19.11.06

O Amor Maior. A Paz Maior.

Esta semana foi pouco produtiva no que diz respeito a artesanato. Em compensação, tenho me dedicado mais aos estudos para este novo projeto de trabalhar na área da Educação Especial. É um novo desafio, e eles são sempre bem vindos, porque me fazem crescer. É preciso uma preocupação especial nesta época de INCLUSÃO. É tão importante que todos possam olhar com bons olhos este momento e que ele não seja só um modismo, e sim uma constante na vida de cada um, para que dias melhores para todos os excluídos possam chegar a existir de fato. Há tantos excluídos...excluídos do trabalho, da alimentação, do lazer, pela deficiência, da educação...e há os sem eficiência nenhuma para os altos cargos que ocupam e que parecem não enxergar um palminho só além do próprio nariz. O mundo pode ficar melhor, só depende de mim, de você. Se cada um fizer a sua parte já é um grande passo. É preciso enfiar a cara, correr atrás, saber de nossos direitos, e também de nossos deveres. No curso de especialização aprendi sobre tantas leis, tantos direitos, e sei com certeza que muitos dos excluídos não tem conhecimento delas. É preciso cobrar! Fica mais fácil reivindicar quando se tem a razão de um porquê. "Quero tal coisa e tal coisa porque estou pautada em tal e tal lei e tenho direito sobre isto!" Percebe-se quando se adentra no mundo das pessoas com necessidades especiais que muitas não tem conhecimento de seus direitos. Muitos vivem totalmente fora do contexto social. INCLUSÃO começa em casa, pela aceitação da família. É mesmo do LUTO pela situação à LUTA por dias melhores. Ter conhecimento de seus direitos contribui enormemente para esta luta.
Assisti no curso a um filme chamado " Gaby, uma história verdadeira"; e ao perguntar em uma locadora sobre o filme e comentar a respeito deste, o dono da locadora me olhou com uma cara de: " Que mulher maluca!". E me perguntou:_ Como uma pessoa com paralisia cerebral pode ser escritora? Fazer tudo isto?
Pois é! E não é que pode. Pode sim e usando somente o dedo de um dos pés. Fico feliz de saber disto, de ver e aprender a cada dia que estas pessoas têm um limite bem maior do que podemos imaginar.
Penso em escrever sobre o PRECONCEITO. Meu Projeto de Pesquisa está inacabado. Estou atrasadíssima. Agora trabalhando com deficiência mental, me deu uma vontade enorme de escrever sobre esta área. Preciso me decidir. E tenho estudado para conseguir de fato ter condições para esta nova fase. Somos mesmo todos iguais perante DEUS, e isto é o que de fato importa. Se andássemos todos com o nosso interior mental exposto; se nossos pensamentos e atitudes estivessem tão "na cara" como certas deficiências, se nosso coração pudesse ser visto com todos os sentimentos sempre aflorados, creio que não haveria tanto pré- conceito. Seria maravilhoso se para formar o conceito sobre algo e/ou alguém, fôssemos sempre de coração aberto, livres dos pré- conceitos tão incutidos na nossa mente. Na minha também, afinal, somos frágeis demais e mesmo sem perceber temos e cometemos pré- conceitos muitas vezes ao dia. Atente-se a isto! Você pode se surpreender com seu poder de pré-conceituar.
Isto me faz pensar sempre na grandeza de JESUS, que morreu por nós, por cada um de nós. Não fez julgamento, não mediu esforços. Seu ato é uma explosão constante de amor, e este é o maior consolo para mim: Saber que fomos e somos amados por este DEUS Maravilhoso que deu seu Filho para nos livrar de todo mal. A batalha diária é grande para mim, para você. Mas ao compreender que tudo fica muito mais leve quando nos jogamos nos braços de DEUS, o mundo começa a se tornar muito mais branco, da paz maior que ELE nos faz sentir.

" Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve." (Mateus 11:28 a 30)

Muita paz e muito amor à todos
Com carinho e abracinhos
Sue Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Sueli! Quem trabalha com educação especial é abençoado! A minha irmã caçula é portadora de necessidades especiais e graças a Deus é uma benção em nossas vidas! Um abraço forte e fique com Deus.
Sylvia Godoy

Clemilde disse...

Oi amiga!
Adorei seu blog, os tapetinhos com flores são um encanto. O pouco que soube de você me fez admirá-la como pessoa. Que Deus continue a te iluminar e te dar forças. Vi que é de Maringá, também sou do Paraná e conheço esta linda cidade.
Virei te visitar sempre.
Beijos.

DENISE disse...

como e bom e gostoso entrar num blog e ver que a pessoa mora na mesma cidade que vc !!! e principalmente quando agente se depara com um conteudo que faz a gente refletir.

εïз Andrea Cris εïз disse...

Olá Amiga
Tenho uma grande admiração por voce.....Adorei muito te conhecer por voce ser essa pessoa Maravilhosa....escreve sim seu Livro sobre Preconceito....voce tem esse dom Lindo de passar por palavras....e que faz a gente refletir muito sobre a Vida
Fica com Deus.....
PARABENS
Bjs
Andrea

Art & Disorder disse...

Amem!!que assim seja do coração do Pai para o coração do filho,simm do filho porque somos filho,graças a renuncia e o amor incondicional que recebemos da parte do DEUS TODO PODEROSO em nos dar a vida e o filho para que isso (a luz)viesse resplandecer na minha e na tua vida e de todos aqueles que tiver um coração livre e contrito para recebe-lo.Que Deus te abençõe nessa jornada!
Berenice Petermann.

amigadocroche disse...

Olá amiga. Obrigada pela visitinha. Suas palavras vieram de encontro ao meu coração. Escreva bastante pois você tem o dom da palavra. Deus te abençoe!! Bjs...

Fátima disse...

olá vim te visitar e achei lindo o seu blog e o seus trabalhos, vocé é 10

parabens

Fatima